Os hábitos de e-mail dos 10 maiores líderes empresariais

Quando você recebe quase 150 e-mails de trabalho todos os dias, sua caixa de entrada pode, rapidamente, tornar-se a maldição de sua existência.

O sofrimento aumenta exponencialmente quando você é o líder de uma empresa.

Então, como os melhores CEOs como Bill Gates e Tim Cook gerenciam o seu fluxo de entrada de correio avassalador?

O CEO da Amazon, Jeff Bezos, encaminha e-mails com um caractere adicionado.

“Quando Bezos recebe um e-mail de um cliente para reclamar de alguma coisa relacionada com a Amazon, com as quais eles possam facilmente lidar, Bezos muitas vezes encaminha a mensagem para a pessoa apropriada na empresa, acrescentando apenas um caractere: “?”.

“Quando os empregados da Amazon recebem um e-mail de Bezos com o tal ponto de interrogação, eles reagem como se tivessem descoberto uma bomba-relógio”, revelou a revista Businessweek, em 2013. “Eles normalmente têm algumas horas para resolver qualquer problema que o CEO tenha sinalizado e preparar uma profunda explicação de como isso ocorreu, uma resposta que será analisada por uma sucessão de gestores antes que a resposta seja apresentada ao Bezos.

Arianna Huffington, co-fundadora da Huffington Post, tem três tipos de e-mail proibidos

Huffington segue três regras simples de prioridade para a leitura de e-mails:

  1. Nenhum e-mail com meia hora antes de dormir;
  2. Não há pressa para lê-los assim que acordar;
  3. Nenhum e-mail será lido enquanto estiver com os filhos.

“A última vez que minha mãe ficou com raiva de mim antes de morrer foi quando ela me viu lendo um e-mail e falando com os meus filhos ao mesmo tempo”, escreveu Huffington em seu livro, “Prosperar”.  “Estar ligado de forma superficial com o mundo inteiro pode nos impedir de estar profundamente ligados aos mais próximos de nós – incluindo a nós mesmos”.

Tim Cook, CEO da Apple, lê a maioria de seus mais de 700 e-mails

Cook, que acorda às 3h45 todos os dias, disse durante uma entrevista ao canal de TV ABC que recebe uma média de 700 a 800 e-mails por dia.

“E eu leio a maioria deles… Todos os dias, todos os dias. Eu sou um viciado em trabalho”.

Katia Beauchamp, co-fundadora da Birchbox, faz empregados incluírem um prazo de resposta

A co-fundadorada do serviço de assinatura de amostras de beleza da Birchbox, contou a Lifehacker que insiste que pessoas da equipe indiquem quando precisam de uma resposta em todos os e-mails. É um de seus melhores truques de economia de tempo.

“Faz a prioridade ser muito mais rápida”, disse ela.

Tony Hsieh, CEO da Zappos, emprega uma equipe em tempo integral de e-mails “ninjas”

Em um fio Quora fascinante sobre os hábitos de e-mails do CEO, Michael Chen, um respondente que já conheceu Hsieh, escreveu que o CEO da Zappos disse que ele tinha uma equipe de quatro ou cinco manipuladores de e-mails em tempo integral.

“Curiosidade, eu acho que os seus títulos oficiais são Email Ninja”, disse Chen.

Chad Dickerson, CEO da Etsy, tem um sistema para relembrar contatos

O CEO da empresa de mercado online disse a Fast Company que você precisa ter um sistema para tudo, não importa o que seja.

Por exemplo, sempre que ele conhece alguém novo e adiciona suas informações de contato ao seu catálogo de endereços, ele inclui uma nota sobre quando eles se conheceram e o que eles discutiram. Dessa forma, sempre que ele escrever um e-mail a alguém, ele pode fazer referências diretamente na reunião antes de precisar perguntar sobre isso.

Bill Gates, CEO da Microsoft, é abençoado com muito poucos e-mails que insistem em uma caixa de entrada quase vazia

Gates disse a “Today”, em 2013, que ele só recebe entre 40 e 50 e-mails por dia.

“Então você processa alguns, e volta para os outros à noite. Você se certifica se adiou algo, e volta nisso mais tarde”, ele explica.

Kara Goldin, fundadora e CEO da Hint Water, acorda cedo para checar e-mails

Goldin considera sua manhã uma parte crítica do seu dia e dedica as primeiras horas da manhã para verificar seus e-mails e agenda.

Ela diz que vai direto a sua caixa de entrada às 5h30 porque “fazer isso me dá uma compreensão clara das próximas 12 horas, e quais serão as minhas prioridades antes mesmo de chegar ao escritório”.

 Ryan Holmes, CEO e fundador da Hootsuite, escolhe declarar falência aos e-mails

Quando sobrecarregado com sua caixa de entrada, Holmes gosta de “declarar falência a sua caixa de entrada” e apagar tudo para que ele possa começar do zero.

Ele recomenda apenas fazer isto uma vez em poucos anos, e os praticantes devem acrescentar uma mensagem de aviso em sua assinatura de e-mail após a exclusão dos e-mails não lidos. Algo como, “Desculpe se eu não voltar para o seu último e-mail. Para me tornar um comunicador melhor em 2015, eu acabo de declarar a falência dos meus e-mails”, aconselha.

O Presidente-executivo da Google, Eric Schmidt responde rapidamente a cada e-mail

Em seu livro “Como funciona a Google”, escreveu o ex-CEO da Google, “A maioria das melhores e mais ocupadas pessoas respondem rapidamente seus e-mails, não apenas para nós ou para um seleto e privilegiado grupo de emissores, mas para todos.”

Mesmo que a resposta seja um simples “entendido”, diz Schmidt que ser responsivo estabelece um ciclo de comunicação positivo e uma cultura focada no mérito.

Anúncios
Os hábitos de e-mail dos 10 maiores líderes empresariais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s