12 manias que você achava que eram só suas, mas todo mundo também faz

Ou você achava que era a única pessoa que dançava no elevador vazio?

Pode ficar tranquilo, aqui ninguém será julgado. A gente sabe que existem algumas manias clássicas que todo mundo faz, mas existem algumas outras que quase ninguém nunca fala sobre. A maioria das pessoas tem números da sorte, superstições, etc. Mas aqueles detalhezinhos do dia a dia também dizem muito sobre como  nós nos comportamos em sociedade. Reunimos algumas das mais comuns e colocamos ao lado de outras manias estranhas que você provavelmente também faz para provar que não, você não está sozinho neste mundo enorme. Confere só:

1.Escrever o nome no ar para saber qual a direita e qual a esquerda
Você está perdido e pede informações para um desconhecido sobre como chegar em algum lugar. Daí começa aquela sequência de “vire à esquerda”, “entre na segunda direita”, “caminhe direto até ver uma entrada do lado esquerdo” e quando você vai ver, seu cérebro bugou e você ainda está pensando “mas, calma, minha esquerda ou sua esquerda?”. Com tantas instruções, nada mais justo do que utilizar artifícios para conseguir encontrar uma saída nesta missão. Quem nunca rabiscou o próprio nome no ar (ou outra palavra) para lembrar o que era esquerda ou direita. Desorientados do mundo, uni-vos!

2. Arrumar as coisas por cores
Essa é até normal, vai!? Quem nunca, em um momento de tédio, resolveu reorganizar as roupas no cabide por cor, criando um belíssimo degradê dentro do armário. Fica bonito, fica arrumado, fica tudo organizadinho, fica parecendo aquela caixa de lápis de 48 cores que você invejava do coleguinha na pré-escola.

3. Cutucar uma pinta ou sinal até se dar conta que aquilo não vai sair
Você está lá tomando banho, passa a mão nas costas e sente uma pequena elevação. Ou então está caminhando, vai atender o celular e vê uma pequena sujeira no braço. Então você começa a cutucar o lugar insistentemente, mas sem resultados. É quando você se dá conta que o tempo todo estava tentando se livrar de uma pinta ou uma marca de nascença que sempre esteve ali. Possivelmente, quando você se dá conta de que não era uma sujeira, ainda lembra que na semana passada fez a mesma coisa. Ou no dia anterior. Ou há poucos minutos.

4. Ficar andando só em uma das cores do piso
Outra bem clássica. Começou quando você era apenas uma criança e se divertia em ficar pulando de cor em cor por todas as superfícies. Ia pulando pelas tiras brancas da faixa de pedestre. Ficava escapando das partes de cores claras do piso do shopping em um dia e das de cores escuras no outro. Bem, hoje em dia isso ficou impregnado no seu subconsciente e, quando você está caminhando sem fazer mais nada, acaba se concentrando em não pisar em cores diferentes no chão.

5. Encenar futuros diálogos no meio da rua
Quem nunca ficou repassando possíveis conversas na rua. É aquela coisa: sua namorada manda uma mensagem dizendo que precisa conversar sobre alguma coisa. No caminho, você imagina o que ela vai falar e, é claro, vai ensaiando o que vai responder. E, nessa brincadeira, o diálogo mental fictício (que possivelmente vai se desenrolar completamente diferente na vida real) vai tomando forma. Daí você faz uma careta para o nada. Ou se empolga e começa a mexer a boca. Ou gesticula bruscamente. Alguém na rua te olha, você percebe que foi notado sendo estranho em público. As luzes apagam, a cortina se fecha, você morre um pouquinho por dentro de vergonha e o espetáculo acaba.

6. Dar play na música e imaginar que está no meio de um videoclipe
Se existe uma coisa capaz de te levar para outro lugar, essa coisa se chama fone de ouvido. A pessoa está dentro do carro, ou do ônibus. Do lado de fora, a chuva cai. Começa a tocar Nobodys Home da Avril Lavigne no celular. Todo o drama adolescente dos anos 2000 volta com força e, de repente, você está na chuva, cantando com muito drama, talvez até chorando um pouco. Daí a música acaba e começa a tocar Livin’ La Vida Loca do Ricky Martin e, em menos de dez segundos, você virou um amante latino com uma rosa na boca dançando em cima do transporte onde se encontra. Tudo isso na sua cabeça, é claro. Todo mundo já foi um pouquinho roteirista de videoclipes nesta vida.

7. Mudar a voz quando está imitando alguém
Reprodução de diálogos não é a mesma coisa sem uma pegada de dramaticidade. E se estiver contando para os amigos uma conversa que envolvia mais de dois participantes, pode ficar complicado eles entenderem quem teria dito o que. Mas isso não é um problema para você, que vai adaptar sua voz para encarnar cada uma das pessoas da história. Por exemplo: se for imitar seu pai e sua mãe falando, certamente a voz da mãe vai ser uma versão tosca mais fina da sua e a do seu pai vai ser uma versão mais grave, e mais tosca ainda, da sua. Todo mundo entende, mas você fica meio ridículo.

8. Acompanhar o outro farol para poder acelerar antes dos outros carros e sair na frente
Ah, a competitividade das cidades grandes… Temos certeza de que a maior parte das pessoas não se dá por satisfeita em ficar só observando o semáforo da própria via quando está parada na faixa de pedestres. O principal alvo de atenção é o sinal de trânsito da via que corta a que você está, para que assim que ele comece a dar sinais de que vai fechar, você possa disparar no exato momento em que o seu ficar verde. Você aprendeu desde muito cedo jogando Mario Kart que a vantagem da largada é fundamental. Comam poeira, haters.

9. Competir com as pessoas na caminhada sem que elas saibam disso
Se as pessoas competem no trânsito, por que não fariam o mesmo a pé? Ou vai dizer que nunca usou a velocidade das pessoas em volta para regular a própria. Se estiver fazendo exercícios então, nem se fala. Você está lá dando aquela corridinha básica para manter o corpo esbelto e avista uma pessoa mais a frente correndo um pouco mais rápido que você. Que audácia a dela. Provavelmente a pessoa nem sabe da sua existência, mas você vai acelerar até ultrapassar ela. E se ela passar por você de novo, fique tranquila: você encontrou alguém que tem manias iguais às suas.

10. Ler todos os rótulos do que tem na pia enquanto está usando a privada
Mané ler shampoo no banho, nada. A gente sabe que você até lê os rótulos enquanto está debaixo do chuveiro, mas se tem um momento extremamente clássico para ler embalagem de produtos é quando a natureza chama para que você realize a atividade número dois. Daí você está lá, contemplativo, encarando a realidade dos fatos sentado no vaso sanitário e nota umas embalagens de coisas na pia. O que será que aquelas letrinhas querem dizer? Graças à esses momentos, você descobriu a fórmula completa do seu condicionador, as contra-indicações do creme de barbear, a tradução em espanhol das instruções de uso do desodorante…

11. Dançar no elevador vazio
O elevador vazio é o lugar onde qualquer pessoa pode ser ela mesma. Todo aquele constrangimento padrão de estar dividindo um espaço tão pequeno com um monte de desconhecidos desaparece e você pode fazer qualquer coisa. Pessoas normais aproveitam para arrumar o cabelo. O resto da humanidade faz coisas mais interessantes como, por exemplo, dançar bastante. E na saída você ainda dá uma encarada na câmera de segurança. No regrets, just love.

12. Ficar lendo placas de carro para ver se formam palavras
Placas são incríveis. E você sabe disso. Quando está dirigindo ou acompanhando alguém no banco de caronas, sempre acaba dando uma olhada para a placa do carro ao lado para ver se essa pessoa foi abençoada com sorte da placa legal. E se você é um cara sortudo, já viu por aí coisas como DOC, UVA, CEU, SAC ou qualquer outra sigla do tipo. Às vezes rola até um diálogo entre letras e números, quando você encara uma placa CPM 22 ou NZ Zero (no caso, NZ 0). A gente sabe que você se sente um vencedor quando esbarra nessas coisas. Nós também nos sentimos.

Anúncios
12 manias que você achava que eram só suas, mas todo mundo também faz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s