BRAINSTORMING: 7 MANEIRAS DE GERAR IDEIAS CRIATIVAS

Brainstorming

Já tive a oportunidade de participar de vários brainstormings, tanto em grupo como individualmente, e decidi compartilhar um pouco dessas experiências com vocês.

Se existe algo vital para garantir a sobrevivência do seu negócio, independente do porte, são as ideias.

Basicamente, o braisntorming ajuda as pessoas a encontrarem soluções criativas para problemas que nos deparamos no nosso dia-a-dia, ou seja, desde situações de baixo nível de complexidade até os mais elevados.

Neste artigo também vamos desmistificar o que é, o porquê ele é útil e como tirar o melhor dele.

 

O QUE É BRAINSTORMING?

O_QUE_É_BRAINSTORMING

O executivo de publicidade da Madison Avenue, Alex Osborn, desenvolveu a abordagem original de brainstorming e publicou em seu livro de 1953, “A imaginação aplicada.” Desde então, os pesquisadores fizeram muitas melhorias para a sua técnica original.

O brainstorming tem haver com uma abordagem descontraída e informal para resolver problemas. Ele encoraja as pessoas a falarem as ideias que vem a sua mente, mesmo que a princípio possam parecer um tanto estúpidas. Aliás, quando se realiza uma sessão dessas, inicialmente não existe certo e errado, o importante é falar o que elas pensam sobre determinada situação.

É muito importante deixar claro que durante as sessões de brainstorming, as pessoas devem evitar fazer críticas, pois isso limita a criatividade.

 

POR QUE USAR O BRAINSTORMING?

Por_que_usar_o_Brainstorming

O brainstorming é um processo estruturado, analítico que contribui para encontrar ideias para resolver problemas, mas ainda assim, isso pode levar um grupo a desenvolver ideias limitadas e sem imaginação.

Por outro lado, ele proporciona um ambiente livre e aberto que incentiva a participação de todos.

Se você pretende organizar uma sessão, lembre-se que é fundamental fazer com que os participantes sintam-se encorajados a contribuir plenamente, e o resultado disso, muito provavelmente, será uma série de ricas e variadas soluções criativas.

Pensando bem, o brainstorming também pode te ajudar a ganhar a confiança dos membros da equipe, afinal de contas, eles podem se comprometer mais quando estão envolvidos na criação dessas ideias e soluções, e isso, consequentemente, contribui para criar um ambiente mais positivo e gratificante de trabalho.

 Agora vamos apresentar 7 maneiras de você conseguir gerar ideias criativas através de sessões de Brainstorming.

 

BRAINSTORMING INDIVIDUAL

BRAINSTORMING_INDIVIDUAL

Enquanto o grupo de brainstorming pode ser mais eficaz na geração de ideias do que em resolver problemas da forma tradicional, vários estudos demonstram que o brainstorming individual produz mais – e muitas vezes melhor.

Isso pode ocorrer porque os grupos nem sempre são rigorosos em seguir as regras do brainstorming. As pessoas podem colocar tanta atenção nas outras que não conseguem gerar ideias próprias, ou elas esquecem sobre o que pensaram enquanto esperam pela sua vez para falar. Isso se chama “bloqueio”.

 

DICA

DICA

Pode parecer um tanto óbvio, mas para tirar o máximo proveito de sua sessão de brainstorming individual, escolha um lugar confortável para você se sentar e pensar. Minimize as distrações e concentre-se no problema em questão.

Desabilitar os avisos de novas interações nas redes sociais, através do seu celular ajuda, e muito!

Uma sessão individual é mais eficaz quando você precisa resolver um problema simples, gerar uma lista de ideias, ou se concentrar em um assunto amplo. Grupo de brainstorming geralmente é mais eficaz para a resolução de problemas complexos.

 

 BRAINSTORMING EM GRUPO

Brainstorming

Com o grupo de brainstorming, você pode tirar proveito de toda a experiência e criatividade de todos os membros da equipe.

Outra vantagem é que ele ajuda todos a chegarem em conclusões onde contribuiram e reforça que os outros têm ideias criativas para oferecer.

O Brainstorming também pode ser divertido, por isso ele acaba se tornando uma grande oportunidade para construir um bom relacionamento de confiança com a sua equipe.

Sempre que possível, os participantes de brainstorming devem ter uma ampla visão do negócio.

Mas quantas pessoas é ideal ter no grupo?

O ideal é que ele não seja muito grande, em torno de 5-7 pessoas para tornar a dinâmica mais eficaz.

 

COMO USAR A FERRAMENTA

Brainstorming-como-fazer

Você pode obter os melhores resultados através da combinação de brainstorming individual e em grupo, e por seguir o processo de acordo com as “regras” que recomendaremos a seguir.

Como facilitador da sessão, você pode levar as pessoas a concentrar-se sobre a questão, sem interrupção, e isso pode aumentar o número de idéias que as pessoas podem criar.

Existem várias maneiras de se organizar uma sessão de grupo de brainstorming de forma eficaz, e se você precisa de um roteiro básico, siga os três passos a seguir.

 

PASSO 1: PREPARAR O GRUPO

Brainstorming-grupo

Em primeiro lugar, é primordial que você crie um ambiente confortável para a sessão.

Certifique-se de que o local é bem iluminado e que você tem as ferramentas que você precisa (isso inclui papel, caneta, lousa, água, café e chá).

Quanta informação ou preparação que a sua equipe precisa para debater soluções para o seu problema? Lembre-se que a preparação é importante, mas em excesso pode limitar – ou mesmo destruir – a natureza de roda livre de uma sessão de brainstorming.

Quando todos estiverem reunidos, verifique quem tem interesse em registrar as ideias. Recomenda-se que essa pessoa consiga escrever onde todos possam ver, como em flip chart ou quadros ou usar um computador com um projetor de dados.

Se você perceber que as pessoas estão “perdidas” ou não estão habituadas a trabalhar em conjunto, considere o uso de um exercício de aquecimento apropriado, ou um quebra-gelo.

PASSO 2: APRESENTAR O PROBLEMA

Brainstorming-problema

Defina claramente o problema que você quer resolver e apresente todos os critérios que devem ser atendidos. Enfatize que o objetivo do encontro é gerar o máximo de ideias que forem  possíveis.

Dê às pessoas tempo de sobra e tranquilidade  para escreverem suas ideias. Em seguida, peça para que cada um compartilhe o que pensou, dando a todos uma oportunidade justa para contribuir.

 

PASSO 3: ORIENTAR A DISCUSSÃO

Brainstorming-orientacao

Depois que todos compartilharam suas idéias, inicie  uma discussão em grupo para desenvolvê-las.

Basear-se nas ideias dos outros é um dos aspectos mais valiosos do grupo brainstorming.

Como o facilitador do grupo, você deve compartilhar ideias, mas prefira investir o seu tempo e energia em apoiar sua equipe e orientar a discussão. Atenha-se a uma conversa de cada vez, e reoriente o grupo se as pessoas se desviarem.

Embora seja você o comandante da discussão, lembre-se que é importante deixar todos se divertirem enquanto o brainstorming acontece.

Não siga uma linha de pensamento por muito tempo. Certifique-se de gerar um bom número de ideias diferentes, e depois as explore em detalhe cada uma.

Se a sessão de brainstorming é longa, dê pausas para que as pessoas possam continuar a se concentrar.

LEARNING CANVAS

learning-canvas-1

O Learning Canvas é uma ferramenta criada pelo Alexandre Magno para colaborar na criação de novas ideias a partir do aprendizado emergente.

“Aprendizagem emergente significa mais do que adquirir conhecimento ao longo de um período;

significa que nós criamos conhecimento continuamente assim que encontramos novas

condições e desafios.” (Taylor, Emergent Learning for Wisdom)

 Esse conceito tem o objetivo de organizar ideias e experiências sobre um determinado problema durante uma discussão estruturada. O mais importante, é que essa ferramenta ajuda um grupo a manter foco e disciplina durante o seu desenvolvimento.

O Learning Canvas é composto por três papéis:

  • ASKER é o dono do canvas, aquele que propôs o tema e trouxe seus problemas e sintomas para serem discutidos.

  • SHARERS são pessoas com interesse no tema. Possuem histórias e/ ou ideias para compartilhar.

  • FACILITADOR é o conhecedor do learning 3.0 e das técnicas para facilitar uma boa sessão de aprendizagem emergente.

Para conhecer mais sobre essa ferramenta, clique aqui e baixe o seu paper explicativo sobre como você pode aplicar Learning Canvas hoje mesmo, o pôster e vídeo explicativo de uma sessão.

Learning Canvas

 

9  TÉCNICAS QUE PODEM TE AJUDAR EM SITUAÇÕES DE BRAINSTORMING ESPECÍFICOS:

Se você não está recebendo muitas ideias, tente usar as abordagens a seguir para aumentar o número de ideias que podem vir a partir das anteriores:

1.    A técnica da escada – Isso melhora a contribuição dos membros do grupo mais silenciosos através da introdução de uma pessoa ao mesmo tempo.

2.    Brainwriting – Esta é uma abordagem escrita que você pode usar para incentivar todas as pessoas a gerar e desenvolver ideias.

3.    Brainstorming Online (também conhecido como Brain-rede) – Um método eletrônico de brainstorming, este usa um documento armazenado em um servidor central, ou em um sistema baseado em nuvem.

4.    Deslizamento escrita Abordagem da Crawford – Você pode usar essa abordagem para começar a ter várias ideias de todos os participantes, e para ter uma visão das que são mais populares.

5.    Brainstorming reverso – Isso é usado para melhorar um produto ou serviço.

6.    Starbursting – Ajuda a desenvolver as perguntas que você precisa perguntar para avaliar a proposta.

7.    Charette Procedimento – Ajuda você a debater com grandes grupos de pessoas. (De brainstorming convencional torna-se cada vez mais ineficaz, quando mais de 10 ou 12 pessoas estão envolvidas.)

8.    Round-Robin Brainstorming – Você pode usar essa abordagem para levar as pessoas a contribuir com ideias sem ser influenciado por outros.

9.    Rolestorming – Esta técnica estimula os membros do grupo para assumir a identidade de outras pessoas, enquanto o brainstorming, reduzindo assim as suas inibições.

O PRÓXIMO PASSO

Próximos_Passos_no_Brainstorming

Depois de uma sessão de brainstorming individual ou em grupo, você vai ter um monte de ideias.

Embora pareça difícil de classificá-las para encontrar as melhores, analisar essas ideias é um passo importante, e você pode usar várias ferramentas para fazer isso.

Você pode usar o Diagrama de afinidades para estruturar melhor as ideias que surgirem da sessão de brainstorming.

Outra opção é a Técnica Seis Chapéus do Pensamento, tanto para uma sessão individual ou em grupo consiste em para olhar as ideias de diferentes perspectivas.

A Técnica de Grupo Nominal e Multivotação pode ajudá-lo a escolher as opções como uma equipe, em especial quando as diferenças entre as opções são bastante subjetiva.

A seguir, explicaremos em detalhe como cada tipo de análise funciona:

DIAGRAMA DE AFINIDADES

Você pode usar o Diagrama de Afinidades para organizaras ideias e encontrar temas comuns, seguindo esses passos:

1.    Anote cada ideia em cartões ou post-its.

2.    Procure ideias que parecem estar relacionadas.

3.    Classifique as anotações em grupos até que todos os cartões sejam usados.

Uma vez que os cartões estejam classificados em grupos a equipe pode classificar grandes aglomerados em subgrupos para facilitar o gerenciamento e análise. Depois de concluído, o diagrama de afinidade pode ser usado para criar um diagrama de causa e efeito.

 

TÉCNICA SEIS CHAPÉUS DO PENSAMENTO

brainstorming-chapeu

Cada Chapéu do Pensamento corresponde a um diferente estilo de pensamento. Estes estilos são explicados através das 5 cores:

  • Chapéu Branco: este chapéu do pensamento vai focar nos dados/informações disponíveis. Olhe para a informação que você tem e veja o que pode aprender com ela. Verifique que falhas existe no seu conhecimento e tente preenchê-las ou tê-las em conta. É neste momento que você pode analisar as tendências passadas e tenta extrapolar sobre dados históricos.
  • Chapéu Vermelho: o chapéu Vermelho, vai fazê-lo olhar para os problemas utilizando a intuição, a reação instintiva e a emoção. Também será importante você pensar em como é que as outras pessoas irão reagir emocionalmente. Tente compreender as respostas das pessoas que não conhecem as suas razões.
  • Chapéu Preto: Com este chapéu você precisa olhar para todos os pontos negativos que a decisão pode acarretar. Tente ver onde é que pode não funcionar, o que pode correr mal. Isto é importante porque destaca os pontos fracos de um plano, permitindo eliminá-los, alterá-los ou preparar planos de contingência para combatê-los. Este chapéu ajuda a fazer planos mais resistentes e mais resilientes.
  • Chapéu Amarelo: O chapéu amarelo ajuda a pensar positivamente. É o ponto de vista otimista que te ajudará a ver os benefícios da decisão e o valor da mesma.
  • Chapéu Verde: Este chapéu destina-se à criatividade. É aqui que pode desenvolver soluções criativas para um problema. É uma maneira exuberante de pensar, onde há poucas críticas às ideias apresentadas.
  • Chapéu Azul: Este chapéu representa o controlo do processo. Habitualmente este chapéu é utilizado pela pessoa que preside à reunião. Quando se depara com dificuldades devido à falta de ideias, ele podem dirigir a atividade para o Chapéu do Pensamento Verde. Quando são necessários planos de contingência, ele pode pedir opinião ao Chapéu do Pensamento Preto, e assim por diante.

Quando os indivíduos estão envolvidos no contexto de grupos, eles tendem a sentir-se constrangidos para adotar, de forma consistente, uma perspectiva específica (otimista, pessimista, objetiva, etc.). Este fato limita as formas até onde cada indivíduo (e o grupo) podem explorar um assunto.

Com os Seis Chapéus do Pensamento, não há limite a uma única perspectiva do pensamento, isto porque os chapéus estão categorizados em comportamentos de pensamento e não nas próprias pessoas. O objetivo é direcionar o pensamento e não classificar o pensamento, nem o pensador.

Ao utilizar um chapéu que seja diferente daquele que normalmente “usamos”, podemos encontrar uma variedade de novas ideias. Usar um chapéu significa, adotar uma perspectiva que não é necessariamente a nossa. Sendo assim, é importante que todos os membros do grupo estejam conscientes deste fato. Um membro do grupo deverá claramente identificar a cor do chapéu que está usando enquanto faz uma declaração, pois usar um chapéu claramente identificado separa o ego do desempenho.

Dependendo da natureza do assunto, problema ou decisão, os chapéus podem ser utilizados numa sequência estruturada. Conforme exemplo a seguir que retrata um exemplo de uma sessão:

Passo 1: apresentar os fatos do caso (Chapéu Branco)

Passo 2: gerar ideias sobre como o caso poderia ser resolvido (Chapéu Verde)

Passo 3: avaliar os méritos das ideias – listar os benefícios (Chapéu Amarelo), listar as desvantagens (Chapéu Preto)

Passo 4: obter os sentimentos de todos sobre as alternativas (Chapéu Vermelho)

Passo 5: resumir e terminar a reunião (Chapéu Azul).

O método Seis Chapéus do Pensamento é uma boa técnica para verificar os efeitos de uma decisão, a partir de vários e diferentes pontos de vista.

 

TÉCNICA DE GRUPO NOMINAL

brainstorming-grupos

A técnica de grupo nominal é uma técnica mais estruturada e completa usada principalmente na solução de problemas com principal objetivo de desenvolver consenso entre equipe sem que um integrante influencie o voto dos demais.

Ela é composta pelos seguintes passos:

  •  Gere ideias: cada participante escreve suas ideias em um papel.
  • Recolha o material escrito por cada participante e registre as ideias: Pode-se usar um flip chart ou um quadro.
  • Reveja e discuta as ideias;
  • Vote as ideias: Cada participante prioriza as ideias que são ordenadas conforme votação.

 

MULTIVOTAÇÃO

A consequência de um bom brainstorming é um certo excesso de ideias, no caso de dois ou mais itens parecerem muito similares, junte-os, mas apenas se o grupo concordar.

Quando for necessário diminuir esta lista para um número menor de ideias, sempre priorize os mais importantes. Para isso, é necessário que cada participante da sessão escolha um número definido de itens detectados no brainstorming, normalmente 1/3 dos itens relacionados. Após a escolha, os itens que foram mais “votados” nas listas individuais, são colocados novamente em uma lista comum.

RESUMINDO…

Resumo_Brainstorming

Quando bem administrado, o brainstorming pode ajudar a gerar soluções radicais para problemas. Além disso, ele pode encorajar as pessoas a se comprometerem com as soluções, porque elas participaram de todo o processo onde cada um tem a sua parcela de responsabilidade no seu desenvolvimento.

A melhor abordagem para o brainstorming é a combinação entre o individual e o em grupo.

Se você for um facilitador ou um participante, é importante deixar claro que durante esse processo não deve existir nenhuma crítica de idéias e criatividade deve ser incentivada.

Conheça e pratique as várias técnicas que existem para te ajudar a organizar as ideias e busque sempre maneiras criativas para colocá-las em prática.

Anúncios
BRAINSTORMING: 7 MANEIRAS DE GERAR IDEIAS CRIATIVAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s