CEO é pouco, conheça a nova leva de abreviações para descrever cargos de chefia

termo Chief Executive Officer você conhece – ou pelo menos já ouviu falar dele. É o famoso CEO, o presidente de uma empresa. Há também o CFO, sigla celebrizada pelo mundo corporativo para se referir ao velho e bom diretor financeiro. A novidade agora é a chegada de outra leva de abreviações em inglês para descrever cargos de chefia até então inimagináveis.

O que dizer do Chief Inspiration Officer (o diretor de inspiração)? Ou do Chief Possibilities Officer? E que tal o Chief Evangelist Officer? Este último ganhou notoriedade na Apple, quando Guy Kawasaki se dedicou a “evangelizar” os fãs da marca nos anos 90, recuperando o culto ao Macintosh.

Alguns headhunters se espantam com tamanha criatividade. “Soa como uma forma marqueteira de apresentar a si mesmo”, diz Carlos Eduardo Altona, da Exec. A sensação, diz ele, é de que se trata de um modismo de startups. Faz sentido. Dos 466 Chief Inspiration existentes no mundo, 77,2% são de empresas com, no máximo, 500 funcionários, segundo o LinkedIn.

Clariana Marega, sócia da Inniti, que faz recrutamento de executivos, não vê as novas denominações como um modismo bobo: “Há aí uma boa pista para entender como os executivos estão olhando para os negócios”.

Gestão (Foto: Ilustração: Davi Augusto)

 

Anúncios
CEO é pouco, conheça a nova leva de abreviações para descrever cargos de chefia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s